sexta-feira, 25 de abril de 2014

Casa no Campo



Fecho os olhos e tenho doces lembranças
Ah, como era linda a nossa casa no campo!
Nós éramos felizes como duas crianças
Ouço nossas risadas ao ver o pirilampos

Árvores frondosas rodeavam o nosso ninho
As flores testemunhavam a nossa felicidade
Aquela sacada era nosso preferido cantinho
Nós fizemos juras de amor para eternidade

Assim que acordávamos, abríamos as cortinas
E nos deslumbrávamos com a paisagem formosa
A vida aos poucos mudou as nossas sinas
Hoje estou relembrando a parte mais preciosa

Voltarei para me despedir da nossa casa marrom
Colherei alguma flores coloridas e perfumadas
Sentada em umas das árvores, ouvirei o som do pistom
E verei emocionada os voos das borboletas encantadas
 

AnnaLuciaGadelha



 Poe-art uma criação do poeta- Maurício de Oliveira









 https://www.youtube.com/watch?v=sT9Z_W6X3Bs
Casa no Campo  Elis Regina

2 comentários:

  1. Boa dia querida amiga , que bom que retornou , estava fazendo muita falta neste recanto .Parabéns pela bela e sublime postagem , onde dá para confirmar sua assinatura inconfundível de sensibilidade , criatividade e talento . Harmonia e simbiose perfeita entre imagem texto e a bela melodia da inigualável Elis Regina .
    Bjs no coração .

    Minha casinha linda e saudosa do campo
    Trazes tantas e tão belas recordações
    Na minha infância fostes o meu recanto
    Em ti vivi doces e inesquecíveis emoções.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns poetisa , um Poe/ art , de muita beleza e ternura e que nos reporta a belas lembranças passadas .
    Deus a abençoe e proteja sempre .

    Me reportei à doce e saudosa infância
    Quando a vida era de felicidade e encanto
    Um viver de tranqüilidade e de pura fantasia
    No jardim encantado , minha casinha no campo

    ResponderExcluir