quinta-feira, 6 de abril de 2017


Versos à Flor da Pele



 Há por baixo da minha pele
Tantos caminhos insuspeitos
Tatuagens  sob a epiderme
Que traduzem meus desejos
                                  (NLC)



Há na minha pele atalhos
Que nunca foram explorados
Nua, me exponho ao orvalho
Por que nunca os macularam?
                                    ( Anna)

 

Por baixo da minha pele
Há um jardim permitido
Um desejo que me impele
E me inunda de fluídos
                            (NLC)



Há na minha pele fertilidade
 Uma ânsia de ser tocada
Mãos hábeis trariam saciedade
 A flor do amor seria brotada
                                     (Anna)

 

Por baixo da minha pele há arrepios
Uma sede que água nenhuma sacia
Que deságuam em intensos rios
E molham os versos da minha poesia
                                                 ( NLC)


 
 
Há na minha pele um mar revolto
 E uma ânsia de mergulhos viscerais
Traduzo em versos tempestuosos
Os meus desejos carnais
                            (Anna)





















109128.jpg?1489768160                    
 AnnaLucia     &        NLC Poesias
     
                             http://www.recantodasletras.com.br/autores
                                      /poesiasdanara



sexta-feira, 17 de março de 2017

LUZ


Resultado de imagem para luz e mulher gif 

Luz



Luz que me ilumina
Estás no mar
No sol, no ar
Luz que me encanta


Vejo-te no olhar do meu amado
Nas crianças abandonadas
E também no homem revoltado
Luz, deixas as pessoas desanuviadas


Sinto-te em minha vida
Nos caminhos que traço
Sinto-te na despedida
Na choupana e no paço


Luz, não me abandone jamais
Sempre quis te ver, te sentir
E ser uma pessoa que tem paz
Luz, preciso te difundir
O mundo necessita reluzir



AnnaLúciaGadelha

 







Saudade