quarta-feira, 4 de abril de 2012

Pureza



A moça tem inocência no olhar
E no seu jeito de amar
Ela emana bondade
Com muita sensibilidade

Seus gestos tem  beleza
E a todos trata com delicadeza
Uns a invejam
Outros a veneram

As pessoas se desarmam com sua luminosidade
Ao observá-la sentem uma certa incredulidade
Não aceitam a sua personalidade
Procuram ofendê-la com maldade

É difícil conviver com espíritos evoluídos
Se torna uma afronta para mentes poluídas
Germinar o bem causa conflito
Porque o homem vive aflito

AnnaLuciaGadelha

3 comentários:

  1. Maravilhoso, belo e sereno Anna.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. E também muito evolutivo
    Aos leitores...

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lúcia!!

    Obrigada pelo carinho e pelo incentivo!
    Tenha uma boa noite e lindos sonhos
    Beijos no coraçã

    ResponderExcluir